Quando somos merecedores?

Quando somos merecedores?

Me peguei me perguntando em meus pensamentos negativos e tristes essa semana, hoje. Meu inconsciente me enchendo o saco, dizendo: “Será que você merece algo? Será que suas perguntas são dignas de respostas? Será que o amor que você sente já foi digno, ou é, de ser correspondido?”. Sinceramente? Cai em desespero. Ultimamente, tudo anda meio estranho como se eu tivesse feito algo de errado (e eu não sabia), como se tudo tivesse mudado e eu não percebi. Cá entre nós? Pior sentimento, vai por mim. (y)

Outro sentimento ruim que eu ando sentindo é a falta. Cara, que horrível! Sinto que ando esquecida e que, talvez, nem liguem pra o que sinto (tipo foda-se essa babaca! Cansei!), como se eu não merecesse mais a atenção. Tudo bem, eu entendo, mas porque antes de tudo isso não rola uma conversa, uma tentativa de chegar ao fator comum? Pelo o que eu saiba muita gente resolve as coisas com uma boa conversa.

E a minha resposta ao título desse post é: “Somos merecedores quando, infelizmente, julgarem que o somos, mas por dentro nunca se esqueça que você merece sempre mais do que almeja e se fazer por merecer depende totalmente de você”.

3 comentários sobre “Quando somos merecedores?

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s