Cheia de um monte de coisas

Cheia de um monte de coisas

Tô cheeia de pensamentoos, cheiaa de coisas sem importância, coisas que eu poderia simplesmente ignorar, fingir que não existam… Mas como esquecer de tais coisas sem nada e nem ninguém que me tire disso, fora que parece que elas me seguem aonde eu for. É aquela história: “6 bilhões de pessoas no mundo e você ainda se sente sozinho.” Procuro me distrair nos estudos (nesse momento tô estudando lógica de programação, o que poderia ser o bastante pra me distrair e não é). Eu quero parar de pensar em coisas inúteis que vindas de baixo ou de qualquer outro lado não poderiam me atingir, eu quero me sentir segura, sentir que o meu lugar seguro estará lá sempre que eu precisar.

E por ser desse jeito melosa, possessiva (descobri a pouco tempo), carente (o tempo todo), ciumenta (preciso me livrar disso, por isso quero sentir que meu lugar seguro estará lá), com medo da rejeição… acho que acabo motrando um lado fraco, um lado fácil de ser atingido. Ai agora você pensa: “Putz, ela acabou de dizer como atingi-la” e eu não disse, tá estampado em mim, no que sou, no que penso. Mas como sempre, sou mais forte do que o meu lado fraco, supero tudo que possam colocar na minha frente sozinha ou não. Nada do que coloquem na minha frente atrapalhará, ninguém conseguiirá me atingir sem que o feito seja superior a mim, superior aos meus limites…

 

Paulinha Bezerra

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s