Filha de Odin

Filha de Odin

Breves momentos de silêncio
Fazem-me lembrar dos sonhos que tive
Há pouco tempo atrás…
E você estava neles ….

Como uma filha de Odin
Com seu longo vestido preto
Sua capa branca feita da mais pura seda
Sua pele tão macia
Seus tristes olhos castanhos
Seu sorriso…
Cativante, enigmático
Seus longos cabelos escuros
Vem até onde estou e diz
“Trago-te má sorte”

É lá estávamos
No alto daquela colina coberta de neve
De onde se ouvia
O brado do malhete de Thor

E naquele momento
Eu não compreendia o significado
Daquilo que tinhas dito
Mas algum tempo depois
Seu sorriso clareou minha mente
E retruquei

Traz mesmo…
Traz toda má sorte que preciso
Toda dúvida que preciso pra viver
Toda tragédia que homem algum
Jamais suportaria

Mas também traz…
Aquele pequeno raio de sol
Capaz de dissipar tudo aquilo
Que só você consegue trazer
Capaz de derreter toda essa neve
Que recobre essa colina

Você e seu singelo sorriso…
Que nem mesmo as Valquírias
Conseguem ter, me conduz até Valhala!!!

Tarcisio Cavalcanti

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s