Conflitos impensados

Conflitos impensados

Você me Deixa alienado,
Não sei por que ainda
Não Aceitou tudo isso,
Eu quero acima de tudo
O seu bem, O seu bem.

Não querendo lhe Fazer Vitima
De mim, nem de nada, Apenas
Fazer-te bem, é o que me interessa
Além de te querer bem.

Suas faltas de ordens,
Dentro dessa que pensa demais
Em Confusas Conclusões,
Faz-me acreditar em fim,
Ou Recomeço.

Tua forma de Agir, às vezes
Deixa-me confuso como Você
Também se sente, Sem explicar.
Eu de Certa forma quero o teu melhor,
O nosso bem – estar, Sei que posso contar comigo
Para Fazer tudo isso e mais um, mais dois, mais três.

Tente Acreditar em mim ao menos uma vez na Vida,
Você diz que sim, que acredita, mas eu não acredito
Que você acredite em mim.
Talvez Você saiba me mostrar à resposta dessa questão
Tão Insignificante.
Que se Mostra a Cada Afastamento,
Mesmo temporário.

Sinceramente, não vou perder as esperanças,
Tenho-te dentro de mim, como se Fosse minha primeira vez
Faça-Me acreditar em mim, novamente, em Você da primeira Vez.

Eu te Amo, hoje eu posso Afirmar pra mim,
Eu te quero, posso afirmar para você,
Eu não tenho que negar que você me faz bem
Como eu queria que alguém fizesse depois de tanto tempo.

Edson Pedro’

Um comentário sobre “Conflitos impensados

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s