Talvez

Talvez

Não querendo optar por coisas surreais

Eu penso em tal maneira de fazer

Tudo ficar bem melhor do que parece,

Se me entenderes, saberá que tudo não foi ocasional.

Tudo que se fez, disse, na forma de agir…

…Completamente e verdadeiramente real,

Não me engano em dizer que tudo foi maravilhoso,

Eu sei que de certa forma foi sim, Você também

Acha que tudo isso foi bom.

Fico incapaz de sentir algo diferente, dessa tristeza

Que me Passa meando minha alma, cortando – a

Como uma Lâmina corta o vento, que

Não se sente, mas se fere deixando cicatrizes.

Não pense que seria pior se continuássemos

Esse caminho juntos, Penso que seria bem melhor,

Algo que se faz com sinceridade, respeito, e por que não dizer…

Sinto – me Fraco por que penso

Que perdi uma parte de mim,

Talvez tu fosses embora

Com um pedaço dele, que agora

Ensangüenta mais que antes,

Pelo fato de que se foi arrancado,

Por tu, mulher que eu quero que saiba

Como guarda – o que o deixe longe

De qualquer insatisfação,

Como a que estou agora,

Pensando em como farei para esquecer

Tamanha dor, que me causaste.

Não desapareça de mim, nem suma de minha vista, te tenho com os olhos fechados, e sonhos Incolores agora.

Edson Pedro’

5 comentários sobre “Talvez

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s