Por enquanto

Por enquanto

Sento-me de Fronte a ele,

Parece tudo normal, Aí

Me vem uma Vontade de me jogar,

Pelo formato quadrado

Querendo agarrar – te.

Mas não adiantaria

Pensar nessas tais coisas,

Por que vou me envolver apenas

Com imagens que eu tenho

Guardadas dentro da minha maquina,

Essa tal que você não sai.

Sei que em breve, Tudo

Se fará perfeito, pois penso

Que nada será como por aqui,

Terá mais do que uma realidade.

Essa, onde busco desde que

Eu ouvi um sábio pensamento

Dizendo-me assim, Ela é tua felicidade

Não se faça ver uma realidade morta,

Viva e deixa-a ser vivida por vocês.

Que por Enquanto, tudo

Já deixou de ser sonho

E sonhar, é o melhor remédio

Quando ela é o principal

Objetivo para se fechar os olhos…

…E sorrir quando, ela sussurra

Ao seu ouvido dizendo que o ama,

E que tudo será como se vê de olhos

Bem fechados, e sorriso bem vistoso.

(Todo dia, é Dia de Carnaval! Minha Colombina )

Edson Pedro’

Um comentário sobre “Por enquanto

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s